Firenze.

A pequena colônia Romana chamada Florentia se transformou, com o passar dos séculos, em uma província livre, berço do Renascimento, cidade do Grande Ducado e capital do Reino da Itália.
Após a chegada dos Etruscos, foram os Romanos que, no I século a.C deram sentido e consistência às pequenas vilas, que se encontravam onde é hoje o Centro Histórico, modelaram uma Colônia na altura onde o Rio Arno fosse menos largo, facilitando a passagem de uma margem à outra, e a chamaram Florentia.

Desde então a vida urbana não parou, dando origem à cidade de Firenze. Por centenas de anos a cidade permaneceu como um centro de secundária importância, até que após os séculos escuros durante os quais se deram as invasões bárbaras, o tráfico de lã e tecidos e o sistema bancário fez de Firenze um dos centros mais importantes da Itália. Com os Medici (potente dinastia de banqueiros) a cidade se desenvolveu muito nas artes tornando-se uma das mais importantes da Europa inteira.

E assim é Firenze até hoje, uma cidade recheada de história e arte, para cada lado que se olhe há esculturas a serem admiradas, no Museu Gli Uffizi há um acervo que nos permite um inteiro dia de observação, então se a sua passagem pela cidade é rápida, filtre as suas preferências e considere o tempo que se perde em cada local. As filas podem ser longas nos finais de semana.

florence firenze florença

firenze florence florença

firenze florence florença

firenze florence florença

firenze florence florença

Outro ícone daqui é o Duomo di Firenze, imponente, enorme, riquíssimo em detalhes, e reina sobre o panorama. Há ainda tantas outras coisas que podemos encontrar aqui, como o Ponte Vecchio; esperar o sol se pôr, e pensar em quanto tempo aquela ponte resiste, é uma sensação maravilhosa! A cidade é muito romântica, sendo assim nada melhor do que viajar com o nosso amor do lado, não é mesmo? Mas sendo sincera com vocês eu gostei mais dos cantinhos menos tumultuados. Aqui, principalmente nos finais de semana de primavera/verão o fluxo de turistas é enorme, e eu particularmente não consigo aproveitar tanto, fico nervosa em ver tanta gente, em não poder caminhar tranquila…

Duomo Florence

Duomo Florence1

florença

Em Firenze passei 4 dias, não foram suficientes para ver tudo o que eu queria, mais um motivo para retornar. Além do que, a cidade servia como base para os nossos “bate e volta”, um deles foi tema do post anterior “Orvieto” e serão temas dos próximos.

HOSPEDAGEM:


Já me hospedei aqui duas vezes, uma na Casa dei Tintori, super charmoso B&B e bem localizado, e outra no Adelaide House B&B. Mesmo a localização do segundo sendo fantástica, alguns passos do Duomo, o primeiro é muito melhor! O Adelaide é barulhento, o café da manhã é num bar e bem fraco, no final temos sempre que pagar por mais comida porque não nos satisfaz, e haja escada para subir com malas. Realmente as única vantagens são a localização e o preço.

ONDE COMER:


Em Firenze me empaturrei de carne, a tão famosa “Fiorentina”, um pedaço de carne de mais ou menos 900 gramas, daqueles que quando cortamos o sangue escorre. Aquilo pra mim foi um sacrilégio, porque não sou muito fã de carne vermelha, principalmente nessas dimensões e ponto de cozimento. Mas, viajando vale tudo né? O que eu gosto mesmo são as trufas… Ai gente, eu não me canso, como todos os dias!

Resolvemos sair arriscando e seguirmos sem sugestões… passávamos, gostávamos da cara, entrávamos e comíamos. O campeão da vez foi a Osteria Pastella. A pasta era feita na hora na nossa frente, tudo foi delicioso, do início ao fim, e o atendimento excelente!!!!! ❤

osteria pastella1

osteria pastella

osteria pastella pasta fresca

As fotos acima foram retiradas da página deles.

ice cream florence

Com relação às compras, preparem-se, a cidade nos deixa loucas! Há lojas para todos os gostos e bolsos. É uma tentação atrás da outra. E se perde metade de uma dia rodando de cima para baixo, entrando e saindo das lojas. Saí das compras com mais de 3 pares de sapatos (amo sapatos).
A Toscana é uma excelente zona para visitação na Itália porque nos permite visitar várias cidadezinhas próximas umas das outras em um tempo relativamente curto. Além disso as linhas de trem também facilitam aos que não alugaram carro. Os preços são bons e a organização também. Lembrem-se sempre de convalidar o ticket antes de entrar para não pagarem multa depois. Neste post expliquei as regrinhas básicas das viagens de trem por aqui. 

Deixo uma lista de comemorações realizadas na cidade para os que por ventura estejam de passagem em algum momento desses:
6 de Janeiro – Epifania. La Cavalcata dei Magi. Um cortejo inspirado no afresco de Benozzo Gozzoli.
Domingo de Páscua – Lo Scoppio del Carro. Piazza Duomo.
Domingo de Assenção – La Festa del Grillo. Parco delle Cascine.
23 de Maio – La Fiorita. Piazza della Signoria.
24 de Junho – Il Calcio Storico. Piazza Santa Croce. E há também a Festa di San Giovanni, padroeiro da cidade.
7 de Setembro – La Rificolona. Piazza Santissima Annunziata.

Para quem quiser mais informações sobre Firenze consultem o site de Turismo do lugar:

E fiquem ligados nos próximos posts, amei muito cada pedacinho e dá uma “Road Trip” ou “Train Trip” muito massa!!!!
firenze florence florença
 .
firenze florence florença
.
firenze florence florença
 .
firenze florence florença
.
locks florence
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s