ABU SIMBEL!

São 1:30h da madrugada e é hora de acordar. Toca o telefone do quarto, passa sininho pelo corredor, para que não haja a possibilidade de perder a hora.
Pulei logo da cama, eu estava muito ansiosa por essa viagem!!!!! Às 2:30h estávamos todos dentro do ônibus que nos levaria a Abu Simbel, onde se encontram 2 templos: o de RAMSES II e o da Rainha  (a sua preferida esposa), NEFERTARI.
Dentro do ônibus ainda esperamos cerca de 1 hora até que o comboio fosse formado, para que os policiais pudessem nos  acompanhar durante a travessia do deserto até a fronteira com o Sudão. O clima era um pouco tenso, principalmente pelo desconhecido.
Durante as quase 3 horas e meia de viagem não consegui pregar o olho, sou muito curiosa e não conseguiria atravessar o deserto da Nubia pela primeira vez e não querer ver tudo! Bem, ver tudo eu não consegui, a escuridão era total. Eu só via o nosso motorista (apelidado de Schumacher) passar todos os outros ônibus e vans à nossa frente.
De repente, eis que as primeiras paisagens vão sendo desenhadas pelo esplendoroso sol que vai nascendo bem diante dos meus olhos. Aquela bola de fogo, capaz de iluminar e aquecer um planeta, e que na África tem um fascínio todo especial. E aí mais uma vez chorei (sou manteiga derretida). Mas dessa vez chorei lembrando do Brasil,  deu aquela saudade das pessoas que amo, e que eu gostaria que estivessem comigo compartilhando esse momento especial…
 .
egito 2010 714
.
Fomos o segundo grupo a chegar ao Templo, valeu Schumacher!! Um silêncio, o calor ainda ameno, e aquela obra Faraônica à minha frente. Vale um profundo suspiro!! ❤
Esta é a construção considerada mais exuberante, do maior e mais caprichoso Faraó de todos os tempos. O Templo de Abu Simbel, em teoria dedicado a Ámon-Ra, Harmakis e Ptha, mas que em prática nada mais era que a glorificação do Grande Ramses II.
A sua construção se deu no século XIII a.C durante a XIX dinastia, e durou cerca de 20 anos. Alguns dizem que a Núbia foi a escolhida como forma de homenagear a sua tão amada Nefertari (uma Nubiana), enquanto outras fontes dizem que era para estabelecer relações com a  região apenas inserida ao território Egípcio.
Além da beleza que há no templo, Ramses II usou de uma engenharia extraordinária para fazer com que, 2 vezes por ano (nos dias do seu aniversário de nascimento e de coroação), raios de sol iluminassem as esculturas que estão lá dentro, menos aquela de Ptha, o Deus da obscuridade.
Com uma fachada de 38 metros de largura e 33 de altura estão visíveis ainda hoje gigantescas estátuas em louvor ao Faraó e também à sua rainha. Tem 65 metros de profundidade, os quais estão dispostos em salas e a câmara principal. Fotos não são permitidas no interior do templo.  Os feitos bélicos do Grande Ramses II estão todos expostos nos desenhos e hieroglíficos.
Valeu muito à pena a viagem de horas dentro de un ônibus. O lugar encanta pela sua beleza e mais ainda pela curiosidade de saber que o mesmo não se encontra no seu local original (devido à construção da diga o mesmo teria sido inundado pelo Nilo se não tivesse sido transportado para o local atual) e que ainda assim continua reproduzindo o seu efeito luminoso do raio de sol, e a vista do lago Nasser na frente é linda!
Ainda ao lado do Templo de Ramses II há o primeiro templo em honra à uma mulher, a mais bela das belas, a rainha mais amada, Nefertari, dedicado à Deusa do amor e da beleza, Hathor. É bem menor que aquele do Faraó, porém não menos interessante. Muito bonito e ornado, cheio de pinturas e detalhes.
Os dois templos são de uma riqueza incrível, que me tomariam vários artigos só para falar de todos os detalhes, como a minha idéia aqui não é somente falar deles mas os fazer querer ir, querer ver esse colosso da história da humanidade, declarado Patrimônio Mundial pela Unesco, os pouparei de tantas minuciosidades. Somente digo que vão! 😀
Daqui tenho que pegar o avião que me levará ao Cairo, cerca de 1 hora de vôo até a capital do país. O aeroporto de Abu Simbel é minúsculo. No pátio havia somente o nosso avião, dá aquele medinho, mas se etamos aqui, então vamos lá! Até a próxima! Aqui também o grupo se divide entre os que vão para o Cairo e os que querem aproveitar o mar do Egito e seguem para Sharm El Sheik ou Marsa Alam.
 .
egito 2010 754
.
egito 2010 725
 .
egito 2010 722
.
egito 2010 720
.
egito 2010 731
.
egito 2010 733
.
egito 2010 742
.
egito 2010 740
.
egito 2010 749
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s